2009-06-07

Eleições europeias

Sendo hoje em Portugal o dias das eleições europeias e estando este blog a falar do Taj Mahal, fui ver aqui que nas últimas eleições (em 2009) na União Indiana, dos 716 milhões de eleitores votaram 417 milhões, o que corresponde a uma taxa de participação de 58%. Será que na Europa conseguimos uma participação maior?

Adenda no fim do dia das eleições: a participação dos europeus nas eleições para o Parlamento Europeu em Jun/2009 ficou-se pelos 43,4%. Constato que a minha pergunta no parágrafo anterior, sobre se na Europa se conseguiria uma participação maior do que na União Indiana, revela grande ignorância quantitativa do que se tem passado em eleições anteriores.

No sítio do Parlamento Europeu mostram (Provisional 07 June 2009 at 22:47 CEST) que a taxa de participação baixou de 45.5% em 2004 para 43.4% em 2009, confirmando o decréscimo constante da participação desde 1979!

Em Portugal a participação ficou-se pelos 37%, também mais baixo do que em 2004. Em Portugal a taxa de participação tem sido sempre abaixo da média europeia.

No sítio da DGAI informam que votaram 3,6 dos 9,6 milhões de inscritos. Acho estranho haver tanto inscrito para uma população que no censo de 2001 era de 10,3 milhões de pessoas com 10,6 estimadas em 2008. Parte da abstenção deve derivar de falta de actualização dos cadernos eleitorais.

1 comentário:

Helena disse...

No "Le Monde" da sexta-feira passada li que em Portugal os mortos contam como abstenção...

Eu própria, que já moro na Alemanha há quase 20 anos, ainda estou registada nos cadernos eleitorais da minha antiga Junta de Freguesia - apesar de já ter votado como emigrante!